INFERTILIDADE

INFERTILIDADE

A Infertilidade é uma doença que se encontra em crescimento e atinge um número cada vez maior de casais (9 a 10%). É  causa de enorme sofrimento e de dificuldade de realização pessoal, familiar e de inserção social.

 

O estudo e o tratamento desta doença devem ser efectuados pelos ginecologistas, que no entanto necessitam por vezes da colaboração de outras disciplinas como a biologia, a endocrinologia, a andrologia, a genética, a psicologia, etc. Os tratamentos disponíveis são múltiplos e devem preferencialmente ser dirigidos às causas ou factores que provocam a infertilidade. Nesta perspectiva, algumas terapêuticas médicas e cirúrgicas permitem resolver uma grande gama de situações, com especial realce para os êxitos obtidos com as modernas técnicas de cirurgia minimamente invasiva por endoscopia (laparoscopia e histeroscopia).

 

Nas situações em que não é possível corrigir as causas, consegue-se muitas vezes “ultrapassar” os problemas e alcançar a fertilidade por recurso às técnicas de Reprodução Medicamente Assistida (Inseminação Intra Uterina – IIU, Fecundação in Vitro – FIV e Microinjecção Intracitoplasmática de Espermatozóide – ICSI) que nos possibilitam resolver situações outrora tidas como invencíveis.

 

As consultas de infertilidade podem ser realizadas presencialmente ou por videochamada. 

 

 

Exames:

 

  • Espermograma e fragmentação de DNA dos espermatozoides
  • Análises hormonais e genéticas
  • Ultrasonografia (ecografia)
  • Histerosalpingosonografia
  • Histeroscopia
  • Laparoscopia

 

 

Tratamentos:

 

  • Cirurgia Convencional da Infertilidade
  • Cirurgia minimamente invasiva: Histeroscópica e  Laparoscópica, em particular ovários policisticos, fibromiomas, endometriose e patologia intrauterina
  • Indução e Estimulação da ovulação com monitorização ultrasonográfica para Fecundação Espontânea
  • Inseminação Intra-Uterina (IIU)
  • Fecundação In Vitro (FIV)
  • Microinjecção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI)
  • “Assisted Hatching” / Eclosão Assistida
  • Aspiração de Espermatozóides Testiculares (TESA)
  • Colheita de Espermatozóides Testiculares por Biópsia (TESE)
  • Criopreservação de Esperma, Tecido Testicular, Ovócitos, Pré-Zigotos e Embriões
  • Doação de gâmetas (ovócitos e espermatozoides) e de embriões